Marotinho recebe encostas e terá equipamentos de lazer para crianças

Postado em 16/04/2019 23:13 - Atualizado em: 16/04/2019 23:13
Share Button

Foto: Max Haack – SECOM

Um local antes marcado por vítimas da chuva se tornou mais seguro para os seus moradores. A comunidade do Marotinho, em Bom Juá, recebeu hoje (16) duas contenções de encostas construídas pela Prefeitura, nas ruas do Ocidente e Henrique Marques, que vão dar mais tranquilidade e segurança à população, principalmente no período chuvoso. Além disso, durante a entrega das obras, nesta terça-feira (16), o prefeito ACM Neto anunciou mais uma novidade: a instalação de uma miniquadra e parque infantil para as crianças na Rua Henrique Marques.

Ao lado do vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, ACM Neto lembrou que a localidade é uma das áreas mais simbólicas da tragédia de 2015 – a encosta da Rua Henrique Marques foi a primeira a deslizar naquela que foi considerada a maior chuva das últimas décadas em Salvador. “Na mesma hora, a Prefeitura chegou junto para amparar as vítimas do deslizamento e assumiu o compromisso de mudar a realidade da comunidade”, pontuou o prefeito.

Desde então, a administração municipal realizou em Bom Juá diversas contenções e proteções de encostas, aplicação de geomantas e investimentos em infraestrutura para melhorar a acessibilidade. Além disso, foi construída a Unidade de Saúde da Família do bairro, entregues campos e quadras, promovido o programa Morar Melhor e, neste momento, está em reconstrução o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Fruto do Amanhã.

“Hoje, especialmente, está sendo entregue essa encosta da Henrique Marques, com recursos próprios da Prefeitura na ordem de R$3 milhões, toda ela urbanizada e que, futuramente, terá equipamentos infantis para que as pessoas possam aproveitar. Além disso, entregamos também a encosta da Rua do Ocidente, que também vitimou pessoas em períodos chuvosos ocorridos em gestões anteriores. É a morte dando lugar à vida em Salvador”, destacou o prefeito.

Melhorias e alívio – A obras de contenção da encosta da Rua Henrique Marques abrangeram uma área de 917 m² e foram utilizadas técnicas de cortina atirantada e solo grampeado, além de aplicação de gramado, reconstrução da escadaria e aplicação de guarda-corpo. O investimento foi de R$3 milhões em recursos próprios.

Já a Rua do Ocidente teve a encosta de 680 m² contida através da aplicação da técnica de solo grampeado e investimento de R$2,2 milhões, através de recursos do Ministério da Integração. Neste caso, foram beneficiadas cerca de 50 famílias.

As ações nas duas encostas beneficiam centenas de pessoas que, a todo o momento, agradeciam pela ação. Uma delas foi a pedagoga Alaíde da Cruz, 58 anos e moradora do bairro há três décadas. “Em 2015, eu estava presente em toda a tragédia. Trabalhei como educadora social junto às famílias durante dez anos na localidade e uma das vítimas era uma Projovem (programa de inclusão de jovens). Essa encosta é um verdadeiro presente, pois traz mais segurança. As pessoas agora podem dormir sabendo que não vem mais barro para cima das casas”, relatou.

Balanço – Desde 2013, a Prefeitura já concluiu a contenção de 61 encostas, com investimento de R$76,4 milhões. Outras 13 encostas estão com obras em execução, em um investimento de R$30,4 milhões. No caso da aplicação de geomanta, foi feita a proteção de 152 áreas de risco, com aplicação de R$14 milhões por meio da Defesa Civil de Salvador (Codesal). Além disso, a Prefeitura realiza a colocação de lonas e limpeza das encostas, em ações executadas pela Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb).

“Os investimentos vão continuar. Já há algumas obras em execução e vamos lançar na semana que vem um novo pacote para obras em mais encostas. Em 2019, serão investidos R$150 milhões e vamos chegar a 250 áreas protegidas, avançando assim no sentido de fazer uma cidade mais tranquila para os moradores”, sinalizou Bruno Reis.

Share Button