A Bossa é Nossa volta ao Teatro do Sesi no Rio Vermelho

Postado em 30/08/2018 16:54 - Atualizado em: 30/08/2018 16:54
Share Button

No show, Rita Tavarez e Rudnei Monteiro comemoram os 60 anos da Bossa Nova

O show A Bossa é Nossa volta ao Teatro Sesi – Rio Vermelho, no dia 4 de setembro (primeira terça-feira do mês), às 20 h. No projeto – um tributo à Bossa Nova pelos 60 anos de surgimento – os músicos Rita Tavarez e Rudnei Monteiro interpretam canções representativas de um dos gêneros mais importantes da MPB, num clima intimista e divertido. Desta vez, além do compositor e cantor Carlinhos Cor das Aguas, o projeto recebe como convidados especiais, os cantores Carla Visi e Gabriel Sampaio.

Ressaltando a estética e reverenciando os seus criadores, Rita e Rudnei levam o público a um passeio descontraído por um período promissor da MPB – quando o Brasil vivia um momento de desenvolvimento e otimismo em diversos setores – contextualizando a situação em que a Bossa Nova foi gestada.  Além, e junto com as canções, eles abordam os elementos que caracterizam o gênero, como a especial batida ao violão e o jeito intimista de cantar criados por João Gilberto, as harmonias e melodias rebuscadas de Tom Jobim e a poesia de Vinícius de Morais.

Repertório – Garota de Ipanema, Chega de Saudade (Tom/Vinícius) Wave (Tom Jobim), O Barquinho (Bôscoli/Roberto Menescal)” e Samba de Verão (Marcos/P. Sérgio Valle) são algumas das músicas que “obrigatoriamente” compõem o repertório do show. Mas Rita e Rudnei tiveram o cuidado de incluir outras não tão conhecidas e igualmente belas e representativas, a exemplo de Influência do Jazz (Carlinhos Lyra), Deixa (Baden Powell/ Vinícius de Moraes), Sambou Sambou (João Donato/João Melo) e O Telefone (Roberto Menescal/Ronaldo Bôscoli)”.Um passeio por algumas composições pré e pós-bossa também está previsto no repertório.

Os ingressos para o show estão a R$40 (inteira) e 20 (meia) – em espécie ou cartão de débito.

Marco – Há 60 anos, o baiano de Juazeiro, João Gilberto, gravava o LP Chega de Saudade (Odeon), com canções de Tom Jobim e letras de Vinícius de Moraes, trazendo ao cenário musical brasileiro uma batida diferente ao violão e uma maneira mais intimista de cantar as canções da época. Esse produto fonográfico marcava, em 1958, o surgimento de um dos mais importantes gêneros da Música Popular Brasileira, a Bossa Nova.

Músicos – Baiana, de Santana dos Brejos, Rita Tavarez é compositora, violonista e cantora, além de jornalista formada pela UFBa. Na Espanha, onde morou 15 anos, gravou seu primeiro CD autoral Arrebenta. De volta ao Brasil, tem se apresentado nos teatros de Salvador, como o Teatro do Sesi – Rio Vermelho e o Teatro Gamboa Nova, com seu show autoral intitulado Canções que o amor me Rendeu, e  no Teatro Castro Alves, como uma das integrantes do Sarau do João (Américo).

Guitarrista e compositor amapaense, Rudnei Monteiro escolheu a Bahia para morar. Aqui integrou importantes grupos musicais como a Banda Eva e a Companhia Clic, acompanhando grandes cantoras do cenário musical baiano. Participou do disco “Balé Mulato”, da Daniela Mercury, vencedor do Grammy Latino em 2008, tocou com Ivete Sangalo por dez anos, exercendo a função de diretor musical e continua integrando a banda que acompanha a cantora Carla Visi. Em 2010, lançou o seu primeiro CD autoral, intitulado “Abrigo de Canções”.

https://www.youtube.com/watch?v=CGOXVArHMdc

Fotos: Tetê Marques

SERVIÇOS:

O quê : A BOSSA É NOSSA, show em homenagem aos 60 anos da Bossa Nova,

com Rita Tavarez e Rudnei Monteiro.

Participações especiais: Carla Visi, Carlinhos Cor das Aguas e Gabriel Sampaio

Quando: Dia 4 de setembro/2018

Hora: 20h Rita Tavarez

Onde: Teatro Sesi-Rio Vermelho

Rua Borges dos Reis, 9- Rio Vermelho

Salvador-Bahia

Tel Sesi: 3616-7064

Ingressos: R$ 40,00/ 20,00 (inteira/meia)

Produção – contato:

71-98763-2998

71-32612998

Emailritatavarez9@gmail.com

Share Button