A perna cega de Guerra deu efeito, não defeito. Funcionou e foi gol.

FOTO: Felipe Oliveira

Por: Jailson Santos

Atenções voltadas para o meia Guerra na reapresentação do Bahia, na manhã desta terça-feira, no fazendão. Depois de entrar no jogo contra o Goiás, no domingo, e fazer o gol de empate que garantiu a soma de um ponto dentro de casa, o jogador falou com a imprensa sobre sua recuperação, tanto física, quanto dentro de campo. O meia saiu lesionado no jogo contra o Santos e ainda cometeu o pênalti que deixou o Bahia a ver navio.

Perguntado sobre a importância da entrada no jogo contra o Goiás, Guerra disse que fez uma boa partida, mas não está 100%: “graças a Deus entrei bem, entrei motivado e consegui fazer o gol para o empate. Não era o que a gente queria, mas é um ponto que valoriza porque a equipe estava com um a menos…” afirmou.

Sobre o lance do gol que garantiu o ponto dentro de casa, mesmo jogando com um a menos, o meia do Bahia foi categórico: “esse lance aí eu fiquei fora da área e eu percebi que o jogador deles iria jogar a bola para este lado, eu consegui chegar no tempo certo. Um pouco difícil porque foi de canhota e eu não costumo e graças a Deus a bola ingressou…” disse

Se foi Deus ou a canhota cega que deu certo, ninguém sabe, mas com o gol que garantiu o resultado, já tem gente querendo saber se Guerra será titular no jogo contra o Atlético Mineiro, no próximo sábado, no Estádio Independência, às 11 horas, em Minas gerais. O jogador disse que não sente dor, está bem e que pode estar melhor fisicamente com a preparação durante a semana: “Como eu falei, não estava 100%, eu treinei com a equipe, mas falei com a comissão técnica que não estava 100% e eles entenderam…”

Com tanta motivação no elenco Tricolor, pode até ser que fisicamente Guerra não esteja 100%, mas a motivação para vencer o Galo é 100% certeza: “O Atlético é um elenco bem qualificado, tem jogadores de qualidade e logicamente que vai ser um jogo bem intenso. Eles jogam hoje, e é sempre importante assistir ao jogo e ver quais são as fortalezas deles e as debilidades. Pra equipe vai ser importante somar pontos, não perder para nosso objetivo e depois trabalhar pra que a gente possa fazer no campo e aproveitar os erros deles para fazer um bom jogo lá…” contou.

DEPARTAMENTO MÉDICO:

Novidade no campo foi a presença de Gilberto. Depois de ficar fora da partida contra o Goiás quando sentiu dores ainda no aquecimento antes do jogo, o atacante deu voltas pelo campo e fez atividades com o auxiliar da preparação física, Roberto Ribas. O lateral direito Nino Paraíba também desceu pro campo e fez um trabalho a parte. Ainda não foi afirmado, mas estes jogadores podem reforçar o elenco.

Já Ernando, que fez uma cirurgia de Hérnia de Disco, ainda vai permanecer no Departamento Médico. Outro jogador que ainda está em recuperação é o atacante Rogério. O atleta fez cirurgia no ombro e também ainda não pode incorpora-se ao grupo.

O Bahia é o 10° colocado na tabela e, se vencer o Atlético Mineiro, pode chegar aos 21 pontos e ficar mais próximo da Libertadores. Sempre com cautela, os jogadores preferem segurar as expectativas, mas o objetivo do grupo é avançar na competição e garantir o acesso às competições internacionais.

Já dá até pra entender o que ele fala. Assista aí e fique por dentro do assunto! 👇

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui