Às vésperas de completar 64 anos, Jorge Portugal morre em Salvador

Morreu nesta segunda-feira, 3, no Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador, o professor, compositor, poeta e apresentador Jorge Portugal.  Nascido em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, Portugal foi também secretário estadual de Cultura.

Jorge Portugal foi internado na Unidade de Terapia Intensiva cardiovascular do HGRS acometido de um choque cardiogênico e se encontrava em coma induzido depois de passar mal em sua residência. A sua morte foi constatada pelos médicos às 20h35.

Ele deixa esposa, Rita Vieira, e três filhos, o sociólogo Caetano Ignácio, a atriz Bárbara Bela e o jornalista Thiago Dantas.

Em nota, o governador Rui Costa lamentou a perda e decretou luto oficial no estado na terça-feira (4).

“Imensamente entristecidos, lamentamos a morte do ex-secretário de Cultura do Estado Jorge Portugal. Educador, poeta, compositor, Jorge era um homem de múltiplos talentos, exercidos com a energia e a simpatia que inspirava todos à sua volta. Era, antes de tudo, um homem apaixonado pela Bahia e pelo seu povo que estiveram sempre no centro do seu trabalho, fosse como administrador público, professor e artista. Como diz um dos seus versos: ‘Uma nação diferente, toda prosa e poesia, tudo isso finalmente, só se vê, só se vê na Bahia’. Nossos sentimentos para seus amigos e familiares por essa grande perda”, disse Rui Costa.

O prefeito de Salvador, ACM Neto também lamentou o falecimento do educador.

Portugal completaria 64 anos nesta quarta-feira, dia 5.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui