Brasil: garimpeiros e indígenas são baleados durante confronto em território Yanomami

© Folhapress / Odair Leal

Um conflito armado entre garimpeiros e indígenas deixou ao menos cinco pessoas feridas na comunidade de Palimiu, em Roraima, onde fica o território Yanomami.

Segundo informações do jornal O Globo, a Hutukara Associação Yanomami afirmou que o confronto aconteceu às 11h30 desta segunda-feira (10).

Sete embarcações de garimpeiros atracaram na comunidade, dando início ao ataque contra os índios. Quatro garimpeiros e um indígena, de raspão, foram baleados.

Não há informações sobre vítimas. O vice-presidente da Hutukara, Dario Kopenawa Yanomami, também confirmou o ataque. Dario Kopenawa disse que houve um tiroteio em conflito aberto “por cerca de meia hora”.

“As embarcações dos garimpeiros ameaçaram voltar para vingança”, concluiu o líder local.

Em oficio enviado ao Exército, à Polícia Federal, à Funai e ao Ministério Púbilco de Roraima, a Hutukara Associação Yanomami pede aos órgãos que atuem “com urgência para impedir a continuidade da espiral de violência no local e garantir a segurança para a comunidade Yanomami de Palimiu”.

Vale lembrar que, em março, estudos mostraram que o garimpo ignorou a pandemia da COVID-19 e avançou 30% no território indígena. Foram 500 hectares devastados de janeiro a dezembro de 2020.

No total, o garimpo ilegal já destruiu o equivalente a 2,4 mil campos de futebol em todo o território. Pouco ou quase nada se fez para conter os invasores, que já beiram os 20 mil na região.

Garimpeiros trabalham em um garimpo no rio Rato, afluente do rio Tapajós, no Pará
© FOLHAPRESS / LALO DE ALMEIDA Garimpeiros trabalham em um garimpo no rio Rato, afluente do rio Tapajós, no Pará

Fonte: Sputnik Basil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui