Cala-te, boca! Imprensa sofreu 11 mil ataques diários no ano passado

Um relatório produzido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão  – Abert e divulgado nesta quarta-feira, 11, mostra que a mídia profissional sofreu, em 2019, 11 mil ataques por redes sociais por dia. Um total de sete agressões por minuto. Os dados constam do relatório anual sobre Violações à Liberdade de Expressão.

Essa foi a primeira vez que a Abert incluiu os ataques virtuais em seu relatório.

O relatório, produzido em parceria com a Bites, destacou que grande parte dos ataques virtuais partiu de políticos. Segundo o documento, por exemplo, dos 5.708 posts do presidente Jair Bolsonaro no Twitter, 432 continham críticas, insinuações e advertências sobre o trabalho dos veículos e jornalistas.

A imprensa também sofreu ataques de perfis de esquerda. No ano passado foram 714 mil posts atacando a mídia profissional, um total de 1,9 mil ataques por dia.

Durante todo o ano, a pesquisa identificou 3,9 milhões de posts contra a imprensa brasileira, totalizando 10% de tudo que foi produzido. Esses posts incluem palavras de baixo calão ou com expressões que tentam desacreditar o trabalho da imprensa.

NB – foto:rReprodução (Marvel Comics)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui