Caminhoneiros protestam contra chegada de nova empresa no Porto de Aratu

Um grupo de cerca de 200 motoristas realiza protesto na manhã desta quarta-feira (9) contra a chegada da Rodolipe, empresa do Maranhão, ao Porto de Aratu, em Candeias, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Os caminhoneiros baianos argumentam que serão demitidos porque a companhia trará mão de obra do seu estado de origem, justo em um momento de agravamento da crise econômica por causa da pandemia. “A chegada desta nova empresa irá resultar na demissão de mais de 200 pessoas da nossa comunidade e que atuam há muitos anos no Porto de Aratu, justamente neste período de pandemia, onde as coisas estão cada vez mais difíceis”, desabafou um caminhoneiro que participa da manifestação no porto.

A Cooperativa de Caminhoneiros da Bahia (CCBA), que organiza o protesto, questiona também os preços praticados pela empresa que, segundo a entidade, estão muito abaixo da realidade atual do mercado.

 Fonte: ASCOM CCBA