Clarindo SIlva lança Conversa de Buzú, segundo livro de carreira, trazendo crônicas do cotidiano de Salvador

Foto: Divulgação

Quem convive com a rotina diária de se locomover de ônibus pelas ruas de Salvador certamente tem alguma história para contar do que já viu e viveu dentro de um buzú, gíria usada pelos soteropolitanos para se referir a este meio de transporte público. Antes da pandemia de Covid-19, a estimativa da Secretaria de Mobilidade de Salvador (SEMOB) era de 1,3 milhões de passageiros circulando diariamente nas linhas urbanas da cidade. Gente que, entre o sobe e desce das estações, deixa um pouco de suas histórias dentro do buzú.

Esse vai e vem pela cidade é um terreno fértil para acompanhar narrativas, protagonizadas por pessoas comuns, mas que até parecem personagens de livro – e agora são. Isso porque o jornalista, escritor e poeta, Clarindo Silva, criou uma obra para registrar as histórias que testemunhou como ouvinte, enquanto se deslocava de um canto para outro na capital baiana.

O livro Conversa de Buzú reúne 50 pequenas crônicas, que relatam desde histórias cômicas até tragédias. Na obra, que é a segunda da trajetória literária de Clarindo, o autor conduz o leitor pelas vivências de personagens pouco reservados, que expõem suas privacidades durante as viagens pela cidade. Com os ouvidos treinados nos tempos em que exercia o ofício de repórter policial, e com seu olhar apurado para o que pode render uma boa história, Clarindo conseguiu captar as nuances de enredos dignos de novela.

A obra fala sobre aventuras que são reveladas sem muito sigilo pelos passageiros, e que dão força ao termo “coletivo”, utilizado para nos referirmos ao transporte público, já que as histórias, quase sempre muito particulares, transformam usuários em espectadores. Para tornar os diálogos mais verossímeis, Clarindo Silva preserva a linguagem típica do baiano, mas garante o anonimato dos seus personagens. A publicação conta, ainda, com ilustrações do artista plástico e designer gráfico Lucas Batatinha, dando mais vida às saborosas crônicas de Mestre Calá, como também é conhecido por seus pares.

Conversa de Buzú é mais um registro de Clarindo Silva, um entusiasta da preservação da memória cultural da Bahia, sobre como o simples e corriqueiro também esconde sua singularidade, irreverência e emoção.

O PROJETO

A publicação do livro Conversa de Buzú foi viabilizada através de apoio financeiro do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo do Governo Federal. Na primeira edição, a obra terá uma tiragem de 1.000 exemplares, sendo uma parte doada para o acervo de bibliotecas e escolas públicas de Salvador.

O projeto prevê ainda a edição do livro em versão e-book e a produção de um vídeo-performance, baseado na poética do livro, apresentando como protagonista da narrativa o autor da obra.

O AUTOR

Clarindo Silva tem sua trajetória no campo da escrita iniciada há mais de cinquenta anos, quando atuou como repórter policial nos jornais A Tarde, Jornal da Bahia e Tribuna da Bahia. Com o tempo, migrou da reportagem para a literatura, em textos publicados no Jornal do Centro Histórico e nos informativos da Associação de Comerciantes do Centro Histórico de Salvador (Acopelô), da qual foi presidente em duas gestões.

Desde 1971, está à frente da Cantina da Lua, um dos restaurantes mais tradicionais do Centro Histórico de Salvador. A sua atuação como gestor do estabelecimento e sua luta pela preservação e valorização do Pelourinho fez de Clarindo uma das figuras mais influentes da Bahia, levando-o a receber as mais relevantes honrarias oferecidas pela Câmara Municipal de Salvador, como a Comenda Maria Quitéria, a Medalha Thomé de Souza, a Medalha Zumbi dos Palmares e o título de Cidadão da Cidade de Salvador.

Após dezessete anos do lançamento da primeira edição de seu único livro autoral, Memórias da Cantina da Lua, Clarindo Silva lança a sua segunda produção literária. Sai a conversa de botequim e entra a Conversa de Buzú.

SERVIÇO

Livro: Conversa de Buzú – Clarindo Silva

Valor: R$ 30,00 (livro físico) e R$ 15,00 (e-book)

O livro está disponível para venda no site www.conversadebuzu.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui