Comerciantes do Centro de Abastecimento reclamam de concorrência desleal

 

Os comerciantes de frutas e verduras do Centro de Abastecimento de Feira de Santana estão solicitando da prefeitura providências para fiscalizar a venda direta, nos caminhões, aos consumidores. Eles reclamam principalmente dos preços cobrados abaixo dos praticados nas negociações com os comerciantes do entreposto comercial. Essa prática vem causando prejuízos uma vez que passam a vender as sobras por preços abaixo dos negociados com os comerciantes.

Durante entrevista ao programa Levante a Voz, o Secretário de Agricultura Pablo Roberto reconheceu as dificuldades que a prefeitura tem para fazer essa fiscalização. Ele informou também que atualmente a fiscalização é feita apenas para verificar se os caminhões pagaram a tarifa de permanência no entreposto e o tempo determinado.

Os comerciantes temem um prejuízo ainda maior caso não encontre uma saída para o problema, pois correm o risco de fecharem as portas ou ter que demitir funcionários.

 

Silvio Tito