Depois de isentar Bolsonaro de responsabilidade sobre a pandemia, Lira defende decreto das armas: “não extrapolou limites”

Deputado Arthur Lira (PP-AL) cumprimenta o presidente Jair Bolsonaro (dez.2018) (Foto: Reprodução Facebook/Arthur Lira)

Depois de isentar Jair Bolsonaro de responsabilidade em relação à situação trágica da pandemia do coronavírus no Brasil, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) voltou a defender o presidente, agora no caso do decreto das armas.

Lira declarou que Bolsonaro não invadiu competência do Legislativo ao editar decretos que facilitam porte e posse de armas de fogo, de acordo com o blog de Andréia Sadi, no G1.

“Ele não invadiu competência, não extrapolou limites já que, na minha visão, modificou decretos já existentes. É prerrogativa do presidente. Pode ter superlativado na questão das duas armas para porte, mas isso pode ser corrigido”, disse Lira, ao blog.

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui