Ex-policial que sufocou George Floyd deixa prisão após pagar fiança de US$ 1 milhão

© Sputnik / Brian Smith

O ex-policial de Minneapolis, Derek Chauvin, preso pelo assassinato do ex-segurança negro George Floyd, foi libertado nesta quarta-feira (7) após pagar fiança de um milhão de dólares, equivalente a R$ 5,62 milhões.

Chauvin foi libertado sob a condição de não voltar a trabalhar em segurança pública e de não se aproximar da família de Floyd. Também terá de abrir mão de suas licenças para usar armas de fogo.

O assassinato de George Floyd gerou uma onda de protestos pelo fim do racismo e da violência policial nos EUA e em todo o mundo.

Chauvin e os outros três ex-agentes que participaram da ação que terminou com a morte de Floyd devem ser julgados em março. Se for condenado, Chauvin pode pegar até 40 anos de prisão pelo homicídio. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

Durante a abordagem policial, George Floyd teve o pescoço prensado no chão por Chauvin, durante oito minutos e 46 segundos. A cena foi filmada e viralizou nas redes sociais.

Os quatro policiais envolvidos na abordagem foram demitidos. Chauvin estava cumprindo pena em um presídio de segurança máxima.

 

Fonte: Sputnik Brasil

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui