Fiol, leilão e a locomotiva econômica chamada Bahia

Foto: Eloi Correa/ GOV BA

João Leão – Vice-governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia

Dia de festa na Bahia! Mais uma vitória. De vagão, a Bahia tem se tornado locomotiva do desenvolvimento econômico do país e o resultado do Leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) vem reforçar que estamos no caminho certo, do progresso e da interconectividade das atividades econômicas do estado.

A Bahia tem sido protagonista graças à solidez, investimentos públicos responsáveis e ambiente de negócios seguro que tem oferecido aos investidores. A Fiol será, sem dúvidas, um grande propulsor para esta locomotiva. Por isso, é de se comemorar muito o resultado deste certame na bolsa de valores.

Agora a Fiol vai rodar, nós vamos ver trem apitando ali na região, carregando minérios, grãos, melhorando as condições de Ilhéus à Caetité – que vai se transformar em uma grande cidade em função da mineração -, além de Barreiras, um dos principais polos do agronegócio no estado. Essa Ferrovia trará ainda mais progresso.

Olho no retrovisor e me recordo com nostalgia do início desta luta. Esse sonho ‘nasceu’ lá atrás, em 2014, quando eu ainda era deputado federal, e junto com o Dr Neli Regis, batalhamos por esse projeto antigo do engenheiro Vasco Neto.

E neste dia especial não poderia deixar de registrar a atuação institucional do Governo do Estado, que lutou muito para destravar essa obra, mas também recordar de quem primeiro acreditou na viabilidade deste projeto: o ex-presidente Lula, que foi o primeiro que assinou a autorização, e a ex-presidenta Dilma. Agradecer também ao atual ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que está fazendo um trabalho fenomenal, e ao presidente da República. Cada um é de uma área política diferente, mas todos estão empenhados em transformar o estado e o país.

A cada etapa da Fiol, aquece-se ainda mais o garbo de desenvolvimento desta locomotiva chamada Bahia, seja no fomento à renda, na geração de emprego para nosso querido povo baiano ou na prospecção de novas jazidas minerais. Que venha a Fiol.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui