Game pedagógico sobre a Revolta dos Malês será lançado no domingo

Postado em 12/12/2018 14:19 - Atualizado em: 12/12/2018 14:19
Share Button
Imagem divulgação

 

O game Sociedade Nagô – O Resgate, aplicativo gamificado sobre a Revolta dos Malês, será lançado no domingo (16), no São Jogue, espaço de Salvador dedicado aos mais diferentes tipos de jogos de tabuleiro, localizado no bairro da Pituba. No lançamento, a Strike Games, idealizadora dos projetos, disponibilizará computadores e celulares para que os espectadores possam jogar.

O aplicativo gamificado, que alterna entre o jogo virtual e tarefas no mundo real, é desenvolvido em parceria com a Strike Games e conta com apoio financeiro do Governo da Bahia, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado. A idealização do jogo é do game designer Alexandre Santos.

Este é o terceiro jogo da Strike Games que traz a temática da Revolta dos Malês. O foco do Sociedade Nagô – O Início e Sociedade Nagô – O Resgate é trazer o conteúdo histórico do levante de forma mais aprofundada com um suporte pedagógico, juntamente com o fator lúdico – mini games, mistério, desafio e tarefas que envolvem emitir opiniões, ilustrar e escrever textos e pesquisar.

O título faz a alusão à sociedade secreta fictícia do jogo formada pela maioria de libertos africanos da etnia Nagô. Em 1835, na noite de 24 para 25 de janeiro um grupo de negros africanos muçulmanos se rebelou contra a elite senhorial, com o objetivo de alcançar a liberdade e implantar um califado com seus costumes e tradições em Salvador. Esta luta que ficou conhecida como Revolta dos Malês.

O “Sociedade Nagô – O Resgate” é contextualizado por uma história que se alterna entre 1835 e 2018. O jogo traz um avatar feminino chamado Ísis, guiada por Vóvo Nena – uma senhora enigmática que esconde segredos. A neta vai ao passado e fala com figuras históricas como Ahuna, Calafate e Emerenciana, que são personagens fundamentais da história real.

O gênero do jogo é o point and click (apontar e clicar com exploração dos objetos, cenários e objetos) com influência de graphic novels (os personagens procuram o jogador para contar informações históricas e que ajudam no game).

 

 

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)

Share Button