“Haddad sentiu a força de Rui Costa na Bahia”, diz Marcelinho Veiga

Postado em 23/08/2018 17:00 - Atualizado em: 23/08/2018 17:00
Share Button

O candidato a uma das cadeiras da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), ex-diretor da Embasa, Marcelinho Veiga (PSB), foi um dos políticos que esteve com o vice-presidente na chapa encabeçada por Lula, Fernando Haddad, durante agenda em Salvador na última terça-feira (21). Segundo Veiga, o ex-prefeito de São Paulo compreendeu a força de Rui Costa na Bahia e o seu favoritismo. “Haddad sentiu a força de Rui Costa no estado baiano, viu como as pessoas lhe tratam nas ruas. Rui tem o apoio de movimentos sociais, sindicais e comanda os grupos políticos que pedem a liberdade do ex-presidente”, salienta o candidato do PSB.

Para Marcelinho Veiga, a disputa na Bahia reflete o mesmo quadro das eleições de 2014, embora Lula não esteja participando ativamente da campanha. “No pleito passado, Lula comandou a vitória de Dilma nacionalmente, mesmo com todas as estratégias dos ‘velhos políticos’. E a situação do país declinou quando esses políticos tiraram uma mulher eleita democraticamente para compor um governo onde os recursos são tirados das políticas sociais para o povo pobre para serem aplicados em auxílio aos grandes empresários e detentores do poder no país”, frisa.

Durante a caminhada no bairro da Liberdade, na capital baiana, Haddad recebeu o apoio da população local e de militantes de diferentes partidos da base do governo Rui Costa. Marcelinho Veiga esteve com o candidato a deputado federal Marcelo Nilo (PSB) e com correligionários de diferentes regiões da Bahia. Veiga busca sua primeira eleição com a ideia de renovação da política no estado. Ele acredita que a juventude precisa se apropriar dos debates nacionais e disputar os espaços de poder. “Essa é mais uma luta que vamos travar para chegar à Assembleia”, completa.

Vitor Fernandes 

Share Button