Intervenção de militares do Mali detém presidente, primeiro-ministro e ministro da Defesa

(Foto: Reprodução/Twitter)

O presidente Bah Ndaw, o primeiro-ministro Moctar Ouane e o ministro da Defesa Souleymane Doucoure foram levados à base militar de Kati, nos arredores da capital Bamako, horas depois de dois membros das Forças Armadas perderem suas posições em um rearranjo do governo, disseram fontes diplomáticas e do governo.

As detenções se seguiram à deposição militar em agosto do presidente Ibrahim Boubacar Keita. As trocas de poder podem exacerbar a instabilidade no país da África Ocidental, onde grupos islâmicos violentos ligados à Al Qaeda e ao Estado Islâmico controlam grandes áreas do deserto ao norte.

O país vive na instabilidade política e com conflitos internos o que contribui com a insegurança regional.

Ndaw e Ouane foram encarregados de supervisionar uma transição de 18 meses de volta a um governo civil, após o golpe em agosto, mas eles parecem ter sido contra o controle de vários cargos importantes pelos militares.

A missão das Nações Unidas no Mali apelou pela libertação “imediata e incondicional” do grupo e disse que aqueles que detiveram os líderes terão de responder por suas ações, informa o UOL.

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui