Israel proíbe entrada de alimentos e remédios em Gaza

Postado em 18/07/2018 10:32 - Atualizado em: 18/07/2018 10:32
Share Button

Forças de repressão fecharam portão de Karam Abu Salem, única entrada de suprimentos

do Ibraspal

por Lúcia Rodrigues 

O governo israelense ordenou o fechamento do portão de Karam Abu Salem (Kerem Shalom), na tríplice fronteira entre Gaza, Israel e Egito nesta terça-feira, 17. Esse acesso é a única porta de entrada para suprimentos destinados aos palestinos que vivem em Gaza.

Por esse portão entram alimentos, medicamentos, material hospitalar e de construção civil, gás de cozinha, combustíveis, eletrodomésticos, tecidos, materiais de limpeza etc. Não há outro acesso comercial para suprir as necessidades da população.

A ordem de fechamento de Karam Abu Salem foi dada pelo ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman. As autoridades israelenses também reduziram a área de pesca na Faixa de Gaza. Até o próximo domingo o espaço será reduzido de seis milhas náuticas para três milhas.

A partir desta terça todos os bens de consumo e suprimento estão proibidos de entrar em Gaza. A entrada de alimentos, remédios e material hospitalar dependerá da decisão das autoridades israelenses.

Em comunicado, o Centro Palestino para os Direitos Humanos condenou a medida imposta por Israel. Para os ativistas do grupo, tratasse de um estrangulamento de Gaza dentro do cerco imposto há mais de uma década.

O Egito também fechou nesta terça o portão de Rafah, única travessia de pessoas de Gaza para o exterior.

Com informações da Quds Press

Share Button