João Leão apresenta potencial agrícola do Território do Velho Chico

Postado em 16/04/2019 9:19 - Atualizado em: 16/04/2019 9:19
Share Button

Foto: Robson Xavier

Visando impulsionar ainda mais a produção agroindustrial do estado da Bahia, que já é um dos maiores produtores de grãos do Brasil, tendo batido recorde em 2018 com um crescimento em mais de 50% na safra, alcançando mais de 8 milhões de toneladas, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, visitou os munícipios de Barra e Muquém do São Francisco, no Território de Identidade do Velho Chico, para apresentar o potencial de desenvolvimento agroindustrial e bioenergético a empresários do ramo sucroalcooleiro.

Nos dias 12 e 13 de abril, ao lado do diretor agrícola da Companhia Mineira de Açúcar e Álcool – CMAA, Eduardo Scandiuzzi e de Hermes Arantes gerente da Divisão Agrícola da Bevap Bioenergia, grupo atuante no ramo da produção de açúcar, etanol e energia elétrica, o vice-governador visitou a fazenda Santo Antônio na cidade de Muquém do São Francisco para apresentar o potencial produtivo da cana para produção de açúcar e álcool do Grupo Paranhos. A produtividade do plantio de cana na primeira safra atingiu mais 320 toneladas por hectare, bem acima da média nacional que é 75 toneladas por hectare. O grupo Paranhos possui uma área com aproximadamente oito mil hectares. A área de plantio está sendo ampliada a uma taxa de 20 hectares por dia. O projeto prevê uma área total de plantio de 7,5 mil hectares.

A fazenda do grupo Euroeste possui uma área total superior a 5 mil hectares. Desse total, 1000 hectares já se encontram em fase final de supressão de vegetação para implantação do sistema de irrigação. O projeto do Grupo Euroeste é voltado para a produção de suínos e bovinos para o mercado internacional, com capacidade para o confinamento de 200 mil suínos e 15 mil bovinos.

Para João Leão a Bahia tem um potencial econômico para se tornar uma locomotiva da economia brasileira se igualando ao estado de São Paulo. “A Bahia é o segundo estado em investimentos no Brasil. Estamos atrás apenas de São Paulo. Temos uma política de desenvolvimento dos 27 territórios de Identidade e o território do Velho Chico na região de Barra e Muquém tem um imenso potencial. O governo da Bahia entende a necessidade de desenvolvimento do interior do estado e vamos continuar trabalhando para impulsionar o desenvolvimento industrial dos territórios gerando emprego e renda para o povo baiano e melhorando sua qualidade de vida” ressaltou Leão.

José Coimeiro representante do Grupo Euroeste Agrícola ressalta a importância da parceria com o governo para impulsionar suas atividades no estado “em nome do Grupo Euroeste Agronegócios eu agradeço a pro atividade do Governo da Bahia na pessoa do vice-governador João Leão na estruturação da viabilidade para implantação dos projetos do Grupo Euroeste na Bahia. Nosso objetivo é ampliar nossas atividades no Estado da Bahia através dos protocolos de intenções e por isso continuaremos conversando com o governo da Bahia para ampliar nossa parceria e com isso geraremos mais emprego e renda para região”. Disse José Coimeiro.

Ao lado do represente do Grupo Bevap Bioenergia, empresa especializada em produção açúcar VHP e Cristal, Etanol e Energia Elétrica, o vice-governador visitou a fazenda Coliê que tem uma área com 30 mil hectares e um potencial de instalação de duas usinas para o processamento da cana.

O governo do Estado está preparando um protocolo de intenções para discutir a implantação de uma usina da Companhia Mineira De Açúcar E Álcool na Bahia e para ampliação das ações do Grupo Euroeste na região de Barra e Muquém do São Francisco.

Share Button