Joesley e Saud se entregam na PF em SP e são presos

Postado em 10/09/2017 15:57 - Atualizado em: 10/09/2017 15:57
Share Button

© AFP 2017/ ANDRESSA ANHOLETE

Após o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) ter acatado o pedido do procurador-geral da República (PGR), o dono da JBS e o executivo da empresa, Joesley Batista e Ricardo Salud, se entregaram na sede da Polícia Federal em São Paulo.

O PGR encaminhou o pedido ao STF nesta sexta-feira, 8 de setembro, solicitando a prisão de Batista, Salud e do ex-procurador da REpública, Marcelo Miller. Este último pedido, no entanto, foi negado por Fachin, que apontou inconsistências nos indícios de sua cooptação por organização criminosa.

Após as prisões, o acordo de delação premiada entre JBS e a procuradoria pode ser anulado.

PGR acredita que os delatores podem ter omitido informações.

Sputnik

Share Button