Juninho Pernambucano manda recado para quem apoiou o impeachment e torce para a Seleção

Postado em 28/06/2018 16:54 - Atualizado em: 28/06/2018 16:54
Share Button
© Sputnik /

Para o ex-jogador Juninho Pernambucano, quem apoiou o impeachment e hoje torce pelo sucesso da Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2018 é um “traidor da sua pátria”. O antigo meia do Vasco da Gama também pediu a libertação do ex-presidente Lula em mensagem publicada nesta quinta-feira (28) em seu Twitter.

Juninho, que trabalhou como comentarista da Rede Globo, passou a ser mais ativo nas redes sociais após deixar seu cargo na emissora em maio deste ano. Ele pediu rescisão de seu contrato após um comentário polêmico sobre a imprensa esportiva. Juninho afirmou que alguns jornalistas que cobrem clubes de futebol por vezes sentem “inveja” dos jogadores por seus altos salários e que existe “prostituição” entre os jornalistas do meio.

“Já vi isso também de olhar para você, um jogador que não tem formação, mas é profissional e ganha 100.000 reais. Tem um cara que está ali, estudou quatro anos, sofreu, fez de tudo para se tornar um jornalista, é um setorista e ganha mal”, afirmou ex-jogador quando da polêmica.

Outro recente alvo das críticas de Juninho foi Galvão Bueno, após o jogo entre Brasil e Costa Rica na Copa. “O cara passa o jogo criticando o Neymar, culpando até pelo pênalti sofrido. Agora quer elogiar. Galvão não para, é intocável. Faz todo mundo detonar o cara, e depois do gol quer mudar. Isso sempre foi assim. Neymar é monstro e não é obrigado a arrebentar sempre. Boa Brasil”, escreveu.

Share Button