Lauro de Freitas: Mauro Cardim protesta contra a locação do Hotel Malibu como isolamento para profissionais de saúde com a Covid-19 

O presidente do Instituto Metropolitano de Desenvolvimento Social e Inovação (IMDI), Mauro Cardim, protesta contra a medida da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, que alocou no Hotel Malibu, em Vilas do Atlântico, os profissionais de saúde que estão no combate ao Novo Coronavírus.
Segundo Mauro Cardim, estes “valorosos profissionais e guerreiros” devem ser transferidos para áreas menos povoadas.
A Sociedade Amigos do Loteamento Vilas do Atlântico (SALVA) e a Associação dos Moradores de Vilas do Atlântico (AMOVA) defendem que o Hotel Malibu não é um local apropriado para acolher estes profissionais,  porque está localizado numa área densamente povoada. De acordo com as entidades, a medida da prefeitura colocará em risco milhares de famílias do local.
Representantes da SALVA afirmam que a Prefeitura está tratando a situação de forma amadora. “Vilas do Atlântico é um bairro com um número grande de idosos aposentados, cerca de 60% dos moradores do local. Esta decisão de se levar os profissionais de saúde  para o Hotel Malibu precisa ser revista, disse Márcio Costa, representante da SALVA.
Uma outra questão levantada por Mauro Cardim é com relação aos profissionais da limpeza pública que estão recolhendo o lixo do hotel sem nenhum equipamento de proteção. “A prefeitura, além de tudo, não informou aos garis que eles estão recolhendo lixo que pode estar contaminado no Hotel Malibu. Isso é um crime e cabe uma ação de improbidade administrativa porque estão colocando em risco a vida desses pais e mães de família”, frisou Mauro Cardim.
Mauro Cardim alerta também para a questão da contaminação do Rio Joanes. “A prefeitura não apresentou nenhum laudo técnico sobre a situação da fossa séptica com relação a água do banho, se essa água pode contaminar o lençol freático. Queremos saber de Moema Gramacho quais foram as medidas de segurança tomadas para hospedar essas pessoas contaminadas no Hotel Malibu”, questiona.
“Nós não somos contra receber estes heróis que são os profissionais que atuam na linha de frente da Covid-19, mas queremos esclarecimentos das medidas de segurança adotadas. Pois já vimos que a coleta de lixo não é a adequada e a rua do Hotel Malibu não está isolada. Não podemos fechar os olhos para a forma que foi feita”, disse Cardim.
Pedro Castro

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui