Líder do governo Bolsonaro afirma que vai propor plebiscito sobre nova Constituição

© Folhapress / Alan Marques

O líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), anunciou nesta terça-feira (27) que quer apresentar um projeto para a realização de um plebiscito em que a população diga se deseja uma nova Constituição.

A proposta de Barros seria feita através de um decreto legislativo até novembro.

“Nós precisamos de uma Constituição equilibrada, onde o que o Estado arrecada seja suficiente para entregar os direitos que a Constituição assegura. Só assim, nós teremos paz social”, disse, citado pelo portal G1.

Segundo o líder do governo, os eleitos para escrever o novo texto constitucional devem ser proibidos de disputar cargos eletivos.

“Eu, pessoalmente – de novo, vou dizer em meu nome –, acho que deveria ser uma constituinte exclusiva. Apenas para escrever a Constituição e que essas pessoas não pudessem concorrer a cargos eletivos para não fazerem proselitismo na Constituição. Como tivemos tantos casos na Constituição passada, onde pessoas se elegeram criando benefícios e vantagens que depois a gente não está conseguindo pagar”, declarou.

Ricardo Barros afirmou que esta é uma posição pessoal, e que não tratou do tema com o presidente Jair Bolsonaro nem com integrantes do governo.

“Não consultei o governo e não falei em nome do governo. Eu fui muito claro que era uma posição pessoal minha. Portanto, ninguém do governo me abordou porque na minha fala ficou claro que o governo não estava envolvido nessa questão”, disse.

O deputado vai propor que a discussão só aconteça em 2021 para “não competir” com a votação do orçamento e das reformas.

 

Fonte: Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui