Maduro: Rússia irá enviar ajuda humanitária à Venezuela para combater coronavírus

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou na sexta-feira (20) que a Rússia irá enviar ao país sul-americano “uma importante doação de ajuda humanitária especial” para lidar com o coronavírus.

“A doação deve chegar ao país na próxima semana. A Rússia também proporciona seu apoio com equipamentos médicos e kits. O mundo inteiro está apoiando a Venezuela nesta batalha”, disse o presidente Maduro durante um contato telefônico com a vice-presidente venezuelana, Delcy Rodríguez, que foi transmitido pelo canal de televisão estatal.

Nicolás Maduro sublinhou que o seu país já conta com “os medicamentos necessários e em quantidade suficiente” para combater a pandemia. “Além disso, vamos pedir a matéria-prima, já que a indústria farmacêutica nacional tem capacidade para fabricar os 24 medicamentos que são necessários para tratamentos preventivos e curativos”, acrescentou.

O chefe de Estado informou também que nesta sexta-feira chegarão ao país 130 médicos cubanos que vão aderir aos trabalhos sanitários. “Agradeço a Cuba por todo este apoio”, disse, acrescentando que o governo de seu país continuará a trabalhar em coordenação com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPS).

Ontem, o ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, afirmou que o Twitter restringiu as contas da vice-presidente venezuelana Delcy Rodríguez, que chefia a comissão presidencial de luta contra a propagação da COVID-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui