Manifestantes protestam pelo 4º dia seguido contra morte de João Alberto em Porto Alegre (FOTOS)

© REUTERS / Diego Vara

Manifestantes foram às ruas de Porto Alegre nesta segunda-feira (23), no Rio Grande de Sul, pelo quarto dia seguido protestar contra a morte de João Alberto Silveira Freitas em uma unidade do supermercado Carrefour.

O protesto se iniciou em frente a uma unidade do hipermercado bairro Partenon e os presentes saíram em passeata pela Avenida Bento Gonçalves.

A maioria dos manifestantes carregava cartazes e faixas com pedidos por justiça e pelo fim do racismo no Brasil. As informações foram publicadas pelo portal G1.

Tropa de choque atua em tumulto durante protesto contra a morte de João Alberto, em Porto Alegre.
© REUTERS / DIEGO VARA Tropa de choque atua em tumulto durante protesto contra a morte de João Alberto, em Porto Alegre.

Por volta das 20 horas, alguns manifestantes depredaram as grades do supermercado, colocaram fogo em galhos arrancados de uma árvore no meio da avenida e atiraram pedras e rojões em direção à polícia.

O Batalhão de Choque da Brigada Militar respondeu ao protesto com tiros de balas de borracha. O conflito durou cerca de 20 minutos. Não há até o momento registro de feridos.

Manifestante discute com policiais durante protesto contra a morte de João Alberto, em Porto Alegre.
© REUTERS / DIEGO VARA Manifestante discute com policiais durante protesto contra a morte de João Alberto, em Porto Alegre.

João Alberto Silveira Freitas foi morto por dois seguranças brancos, na última quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra.

Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva, seguranças flagrados pelas imagens das câmeras, foram presos em flagrante e tiveram a prisão preventiva decretada.

 

Fonte: Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui