Médicos nos EUA indicam que saúde de Trump é bem precária, diz New York Times

Presidente dos EUA, Donald Trump, ao lado da primeira-dama norte-americana, Melania, em Cleveland 29/09/2020 (Foto: REUTERS/Carlos Barria)

 Trump quis passar a imagem de que está bem ao sair do hospital para um passeio e ser visto por apoiadores. Mas, segundo o New York Times, a narrativa do presidente estadunidense é “turva e inconstante”. Sua saúde é bem mais precária do que ele quis deixar transparecer.

De acordo com o jornal, seus médicos mais uma vez reescreveram a narrativa oficial de sua doença, reconhecendo dois episódios alarmantes que não haviam divulgado anteriormente.

Os médicos disseram que o nível de oxigênio no sangue de Trump caiu duas vezes nos dois dias depois que ele foi diagnosticado com coronavírus, exigindo intervenção médica, e que ele havia recebido esteróides, sugerindo que sua condição pode ser mais grave do que inicialmente descrito.

O reconhecimento dos episódios suscitou novas questões sobre a credibilidade das informações prestadas sobre o presidente de uma superpotência hospitalizado com uma doença que já matou mais de 209 mil pessoas nos Estados Unidos. Com o presidente determinado a não admitir fraqueza e enfrentando uma eleição em apenas 30 dias, as autoridades reconheceram fornecer avaliações otimistas para satisfazer Trump.

 

Fonte: Brasil 247