Memorial apresenta a primeira foto da cidade

Aquela que pode ser considerada a primeira imagem fotográfica de Feira de Santana mostra uma cena da antiga feira-livre de Feira de Santana, em algum ano do final do século XIX, em um trecho da cidade não identificado, mas que pode ser o largo onde viriam a ser as praças do Comércio e João Pedreira.

Os tipos humanos que aparecem na foto são os que já caracterizavam a população feirense naquela época, segundo registros de viajantes estrangeiros: uma maioria de negros e mestiços, principalmente mulatos, descendentes diretos dos escravos recentemente libertos pela Lei Áurea, de 1888. É possível ver que muitos usam chapéu de couro, marca característica da civilização sertaneja que Feira de Santana ajudou a construir.

A foto, inédita entre os pesquisadores da história de Feira de Santana, está sendo exibida no Memorial da Feira, portal mantido na internet pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Comunicação Social. Ela faz parte da coleção da Imperatriz Thereza Christina Maria, esposa do Imperador D. Pedro II, que visitaram Feira de Santana no ano de 1859. É pouco provável que a foto tenha sido tirada por algum fotógrafo da comitiva imperial (embora D. Pedro II sempre viajasse acompanhado por fotógrafos), pois não se conhece imagens do Imperador em Feira de Santana. Mas a Imperatriz pode ter adquirido a foto aqui na cidade, para incorporá-la à sua coleção. No site da Biblioteca Nacional, aparece sob o título “Mercado na Feira  St’Anna”, acompanhado pelo resumo: “Negros no mercado de Feira de Santana, na Bahia”, e com a data imprecisa, apenas “18—“.

A foto pode ser encontrada pela internet, no endereço http://acervo.bndigital.bn.br/sophia/index.asp?codigo_sophia=2371 , e foi “garimpada” por Dázio Brasileiro, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana. Ela pode ser vista na seção Fotos da Feira, categoria A feira da Feira, do Memorial da Feira. O postal pode ser acessado na internet no endereço www.memorialdafeira.ba.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui