México reativará o turismo nacional

México, 1ú de junho (Prensa Latina) O renascimento do turismo, um setor essencial da economia do México, será realizado a partir do incentivo ao turista nacional em vez do viajante estrangeiro, disse hoje o chefe da secretaria.
Miguel Torruco Márques indicou que o turismo de curto prazo aposta no mercado nacional como o principal fator de recuperação pelo menos até dezembro, quando viajantes dos Estados Unidos e do Canadá podem ser uma opção novamente.

Ele disse que, de acordo com estudos nesses países, a população desses dois países não procura viajar mais de quatro horas de avião após a pandêmia de Covid-19.

Durante uma reunião com jornalistas em Quintana Roo, um dos centros turísticos mais importantes do México, Torruco Márques explicou que dos 173 bilhões de dólares que o consumo turístico representa no país, 124 bilhões de dólares, 83 por cento, é do mercado interno.

Depois de reconhecer que este verão ‘não será tão sólido quanto nos anos anteriores’ em termos de turismo que vem do exterior, a estratégia será focar no nacional. O perfil do novo turista no quadro da pandêmia de Covid-19, explico, procura dirigir não mais que cinco horas.

Com relação ao setor internacional, ele explicou que, nos Estados Unidos e no Canadá, em um estudo feito por ‘grandes plataformas’, a população não quer viajar mais de 4 horas de avião, por isso é uma oportunidade de resgatar a presença de turistas desses países.

Por seu lado, Carlos Manuel Joaquín González, governador de Quintana Roo, acrescentou que o início da reativação do mercado para esse setor será difícil, mas espera-se uma reabertura de 30% da ocupação hoteleira nos próximos meses, principalmente no mercado nacional.

Ele afirmou que as reservas já começaram a ser registradas e alguns hotéis começarão a abrir a partir de 8 de junho, outros a partir de 15 de junho, e alguns estão programados para abrir até o próximo mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui