Moro tem ódio de classe contra o PT e Lula

Postado em 25/09/2018 11:01 - Atualizado em: 25/09/2018 11:01
Share Button

Livro de Jessé traça o perfil do STF, também

do Conversa Afiada

Jessé Souza, autor do imperdível “A Elite do Atraso – da escravidão à Lava Jato“, está para lançar “A classe média no espelho”.

Ele acredita que a Classe Média é a mais desconhecida e representa aproximadamente 20% da população, em que os 2% mais ricos são “o capataz” que comanda a Sociedade.

É a “elite real”.

É a Bélgica do Congo.

Desde novembro de 2015, Jessé fez 200 entrevistas qualitativas para sustentar sua tese.

Uma delas é com Bibi Prado, advogada:

“Olha, isso é tudo armado, e o Moro é um cretino, a justiça para ele não vale nada é um homem obcecado pelo ódio político além de vaidoso e mimado”. “O pai dele era fundador do PSDB lá em Maringá e ele tem um ódio de classe contra o PT e contra Lula. E o pior é que ele usa a blindagem que tem na imprensa para fazer todo tipo de patifaria, como mandar vigiar ilegalmente o trabalho da defesa e perseguir advogados, por que sabe que nada vai acontecer com ele”.

É isso o que mais me incomoda, porque eu me tornei advogada, porque admiro o Direito e hoje o Direito não existe mais no Brasil e a culpa principal é dele e do Estado de exceção que existe hoje.

Como assim, perguntei:

“Ora, ele fez escutas ilegais o tempo todo, espionou o trabalho da defesa, hoje a gente sabe de tudo, um nojo!”. “E ainda agiu como promotor e juiz ao mesmo tempo, condenou as pessoas antes do processo, nunca levou em conta as provas, tudo por vaidade boba e ódio político”. “Esse cara é um psicopata, e ninguém tem coragem de agir contra ele”. Não digo que seja todo mundo igual na Lava-Jato, mas o Moro é um delinquente.

O Bretas, por exemplo, entrou na mesma “vibe” de aparecer para a imprensa e tudo mais, mas não alivia para ninguém, ele acredita mesmo que está limpando o mundo. Ele é vaidoso, mas, acha que está fazendo bem o trabalho dele.

Já o Moro é só um canalha e fez todo tipo de acordo sujo para destruir o Lula e o PT por puro ódio político. “Ele jogou o Estado de Direito na lama e ainda é homenageado por conta disso”. O país está doente e quando mais a gente precisava do STF para restabelecer o Direito, a gente vê como as pessoas são covardes e egoístas.

Por que você acha que o STF é tão tolerante com este tipo de abuso?

“Olha, aí quem tem razão é meu velho professor que é uma pessoa brilhante além de ótimo advogado. A melhor explicação para a covardia dos juízes indicados pelo PT foi ele que me deu. “Esses caras, agora, que o contexto político mudou, têm que provar que não possuem nenhuma relação com o PT. Exageram na mão precisamente para afastar qualquer suspeita. Aí se tornam mais realistas que o rei e são tão parciais quanto o Moro é”. “Mas o circo está caindo. As pessoas percebem que tem algo errado. Essa mentira não convence mais”. “Eu fiquei tão chateada com tudo que tive medo de ficar doente. Preferi não atuar mais nesses casos. O jogo sujo é muito pesado”.

Share Button