Mundo ultrapassa a marca de 70 milhões de casos da COVID-19, segundo a Universidade Johns Hopkins

© REUTERS . DANISH SIDDIQUI

Países mais afetados, na ordem, são os Estados Unidos, Índia, Brasil, Rússia, França e Reino Unido. Número de norte-americanos infectados é de seis milhões a mais do que os indianos.

O número mundial de casos confirmados de COVID-19 ultrapassou 70 milhões, informou a Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

O dado exato de casos do novo coronavírus era de 70.000.538 já na tarde, no horário brasileiro, de sexta-feira (11). Mais de 1,58 milhões de pessoas morreram da doença, acrescentou a Universidade.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que o surto da COVID-19 tinha se tornado uma pandemia no dia 11 de março. Os seis países com mais casos são, na ordem, Estados Unidos, Índia, Brasil, Rússia, França e Reino Unido.

São 15,760 milhões de norte-americanos infectados e quase 9,860 milhões de indianos com a doença. No Brasil, há quase 6,800 milhões, duas vezes e meio a mais do que os cidadãos russos com a COVID-19. Os franceses vêm logo atrás (2,405 milhões) e há 1,814 milhões de britânicos doentes.

Entre estes países, apenas a Índia apresentou recentemente uma tendência de queda.

Mas em número de mortes, o Brasil está na frente da Índia, o México aparece em quarto lugar e é seguido pelo Reino Unido e pela Itália.

 

Fonte: Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui