Navios da aliança Quad liderada pelos EUA iniciam exercício no Pacífico em meio a tensões com China

© REUTERS / Marinha dos EUA / Especialista em Comunicação de Massa de 2ª Classe Scott Fenaroli

Nesta quinta-feira (26) começou o exercício naval Malabar-21 de quatro dias no oceano Pacífico entre as Marinhas dos países do Quad (Estados Unidos, Índia, Austrália e Japão).

As manobras navais contarão com a participação de destróieres, fragatas, corvetas, submarinos, helicópteros e aeronaves de patrulha marítima de longo alcance.

“No Malabar-21 serão realizados treinamentos complexos, incluindo manobras de combate antissuperfície, antiaéreas e antissubmarino e outras manobras e exercícios táticos. O treinamento proporcionará às marinhas participantes uma oportunidade de beneficiarem das competências e experiências de cada uma”, informou a Marinha indiana.

Os países integrantes do Quad têm conduzido treinamentos em meio à crescente convergência de interesses no domínio marítimo ante a crescente presença da China nos oceanos Pacífico e Índico.

Na quarta-feira (25), o almirante John Aquilino, chefe do Comando do Indo-Pacífico dos EUA, alertou os países parceiros sobre a maior concentração de meios militares da China desde a Segunda Guerra Mundial em todos os domínios e instou os membros a aumentar a interoperabilidade para combater as ameaças colocadas pela Marinha do Exército Popular de Libertação da China (EPL).

“[A Marinha do EPL] poderia operar seus porta-aviões em qualquer lugar. Eles podem ser obstáculos para a Índia, podem ser obstáculos para os EUA. A questão não é o que eles podem fazer com os [porta-aviões] ou onde podem ir, mas qual é a sua intenção”, disse Aquilino.

O Quad, ou Diálogo de Segurança Quadrilateral, que assume compromissos de promover no Indo-Pacífico uma ordem livre, aberta e baseada em regras, é considerado por Pequim como parte de uma campanha liderada pelos EUA para minar os interesses da China.

Fonte: Sputnik Brasil