Nelson Leal lamenta a morte de Elsimar Coutinho e diz que “Ciência e a Medicina ficam, hoje, mais pobres”

Presidente da ALBA destaca trajetória internacional brilhante do cientista baiano
O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, disse, agora a pouco (17.08), que a morte do cientista e médico baiano Elsimar Coutinho deixa a Ciência e a Medicina mais pobres. “Não é somente uma perda para a Bahia, mas para a Ciência e a Medicina de todo o mundo, porque o Dr. Elsimar Coutinho era uma das grandes sumidades internacionais em fertilidade feminina e reprodução humana. Também gostaria de ressaltar a simpatia e a gentileza constantes dele, características marcantes da personalidade deste baiano genial”, diz Leal, chefe do Legislativo da Bahia, que está encaminhando Moção de Pesar à Mesa Diretora da ALBA pelo passamento, aos 90 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, do cientista baiano.
ALBA – Ascom/Gabinete da Presidência

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui