No alvorecer do evangelismo, a ditadura teocrática.

Carlos Russo Jr.

A Reforma Protestante teve início como um movimento liberal psíquico religioso, uma proposta de colocar livremente nas mãos dos homens o Evangelho. A convicção individual deveria formar para si o seu próprio cristianismo, em vez de o fazerem em Roma o Papa e os Concílios.

O movimento reformista cristão foi liderado por Martinho Lutero com a publicação de suas teses em 1517. João Calvino, inicialmente um dos seguidores de Lutero, dele se distancia ao estabelecer o Estado Evangélico. Ao contrário de Lutero ele retirará dos homens aquela liberdade espiritual de cristãos libertos da Igreja Católica, bem como as demais liberdades cívicas. Ao criar as bases do “puritanismo evangelista”, Calvino estabeleceu uma ditadura teocrática.

E durante um quarto de século, Calvino, em termos de assassinatos, perseguições e torturas, conseguiu, na pequena cidade que dominava ir além da própria Inquisição Católica!

Convidamos a leitura de nosso ensaio em: https://www.proust.com.br/post/no-alvorecer-do-evangelismo-a-ditadura-teocr%C3%A1tica

 

Carlos Russo Jr.
Espaço Literário Marcel Proust
www.proust.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui