O samba de Maria Rita, rock e o rap balançaram o festival de Lençóis

Postado em 04/06/2018 16:45 - Atualizado em: 04/06/2018 16:45
Share Button

O samba de Maria Rita deu o tom na segunda noite do Festival de Lençóis, que se misturou ao rock da banda The Baggios, o rap da Banda Sete Vezes, que homenageou O Rappa, e a TrottaMundo. A sexta feira reunia mais de 15 mil pessoas, entre turistas, moradores da cidade e da região da Chapada Diamantina, que se divertiram na Praça Horácio de Matos, cercada de casarios históricos de Lençóis. A 19ª edição do Festival de Lençóis encerra no hoje (sábado – 31/06), com apresentações de Jau, Banda Zion, Banda Spectro e Família Grão de Luz e Griô.

O público caiu no samba com Maria Rita, que abriu o show com os sucessos Amor e Música, Chama de Saudade e Cutuca. A cantora contagiou a todos por quase duas horas com um repertório recebendo se suingue, Gira Girou, O Bêbado Equilibrista, Ta Perdoado, Perfeita Sintonia e encerrou com o pout pourri É, O Homem Falou e Vou Festejar.

O rock da The Baggios fez tremar a praça principal de Lençóis. Mesmo apostando em um repertório totalmente autoral, com músicas de Júlio Andrade, a banda apostou não deixou o público parado com as canções Era, Juliana, Vivo Pra Mim, Saruê, Padece Ser e Estigma, entre outras. A noite foi encerrada com a Banda Sete Vezes, que homenageou O Rappa com suas músicas de sucesso, entre elas, Pescador de Ilusões, Me Deixa e Anjos.

O Festival de Lençóis é produzido e realizado pela Pau Viola e Ecoshow, com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia e Bahiagás e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Lençóis e Hotel Portal Lençóis.

Antes, com a cortina fechada, e durante os shows, as projeções de vídeos do VJ Gabiru estão encantando o público, com imagens e desenhos coloridos que tomava toda a frente do palco. E se movimentavam nos ritmos da música com os temas étnicos, geométricos e a natureza da Chapada Diamantina. As manifestações culturais de Lençóis ganham destaque no festival, como o Marujada (hoje) e os tambores do Jarêanimam (amanhã).

 

O FESTIVAL E A CIDADE

Desde de sua primeira edição, em 1999, o Festival de Lençóis vem acontecendo anualmente na história cidade de Lençóis. A sua realização está baseada na fomentação da cultura, sustentabilidade e fortalecimento da cidadania através das artes e práticas do turismo cultural. Com um público diário estimado em 10 mil pessoas, as edições anteriores reuniram artistas locais e consagrados, como Gilberto Gil, Gal Costa, Lenine, Ana Carolina, Pato Fu, Luís Melodia, Flávio Venturini, Adriana Calcanhoto, Elza Soares, Nando Reis, Vanessa da Mata, Mart´nália, Lazzo, Ju Moraes, Russo Passapusso e Baile do Bem (Sandra de Sá, Serjão Loroza e Negra Li).

Além de reunir artistas em um dos cenários históricos mais importantes do país, o Festival de Lençóis atrai turistas brasileiros e estrangeiros que querem desfrutar também de sua beleza natural, grutas, cachoeira e casarios coloniais. Além do turismo ecológico, os esportes radicais também são praticados na região. Localizada na Chapada Diamantina, há 425 Km de Salvador, Lençóis abraça o evento como um importante gerador de rendas que movimenta o trade turístico e o comércio local.

 

PROGRAMAÇÃO

 

SÁBADO (02/06)

19h30/20H30:  Família Grão de Luz e Griô

21h/22 horas:   Banda Spectro

22h30/24 horas: Jau

24h30/01h30: Banda Zion

 

SERVIÇO

19° FESTIVAL DE LENÇÓIS

Data: 31 de maio e 01 e 02 de junho

Atrações: Maria Rita, Saulo, Jau, Àttooxá, Banda Zion, Família Grão de Luz e Griô, Natália Cunha e Bateia de Renda, Banda Spectro, Banda Sete Vezes, The Baggios, Trotta Mundo e Ely Pinto

Hora: a partir das 19h30

Onde: Lençóis – Chapada  Diamantina – Bahia

Entrada franc

— Fotos: Thiago Del Rey

Jamil Moreira Castro

 

 

 

COMO Comunicação
Share Button