Para criticar Noruega, Bolsonaro posta vídeo da Dinamarca e vira piada nas redes sociais

O Presidente Jair Bolsonaro vai à Câmara dos Deputados para participar de culto religioso e sessão solene em homenagem aos 42 anos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Depois da suspensão da ajuda financeira da Noruega para a luta contra o desmatamento na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar Oslo e sua caça às baleias, mas usando imagens erradas, o que provocou piadas nas redes sociais.

“Veja a matança das baleias patrocinada pela Noruega”, tuitou Bolsonaro na noite de domingo.

O tuíte inclui um vídeo e fotos que mostram, com uma música melancólica ao fundo, o resultado de uma caça em massa de cetáceos, depois abatidos na praia, com o sangue tingindo as águas de vermelho.

O problema é que as imagens supostamente feitas em 29 de maio na Noruega ilustram um festival de caça tradicional chamado ‘grindadráp’ nas Ilhas Faroe, um território dependente da Dinamarca no Atlântico Norte.

O tuíte de Bolsonaro provocou indignação em alguns internautas e foi motivo de piadas para outros nas redes sociais.

“Informação falsa é um crime, senhor Presidente”, afirma outro.

Bolsonaro critica a Noruega desde que este país, assim como a Alemanha, anunciou na semana passada o bloqueio de 133 milhões de reais (cerca de 33 milhões de dólares) destinados ao Brasil sob acusação de que o Brasil “não quer deter o desmatamento” da Amazônia.

Com isso, teria rompido unilateralmente o acordo alcançado com os doadores do Fundo, para o qual Oslo contribuiu com 900 milhões de dólares desde sua criação em 2008.

A Noruega é um dos poucos países do mundo que autoriza a caça comercial de baleias, e por isso também é criticada por ONGs ligadas ao tema.

CartaCapital – foto: Divulgação PR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui