“Petrobrás é empresa do Estado brasileiro, deve prestar contas de seus atos ao país”, diz Gleisi

Gleisi Hoffmann e fachada da Petrobras (Foto: Gustavo Beszerra/PT | REUTERS/Sergio Moraes)

O PT criticou a Petrobrás por pedir que o Supremo Tribunal Federal (STF) conceda à estatal o mesmo tratamento dispensado pelo Judiciário às embaixadas estrangeiras localizadas no Brasil, imunes a decisões proferidas pelo sistema jurídico nacional. Em uma nota publicada no site do partido, a legenda considerou que a manobra é “o mais absoluto indício de que a Petrobrás violou os interesses nacionais ao celebrar acordos com autoridades do Departamento de Justiça dos Estados Unidos”.

“A Petrobrás é empresa do Estado brasileiro, deve prestar contas de seus atos ao país”, disse a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann. Segundo ela, o PT irá requerer informações sobre os acordos celebrados e sobre  os documentos trocados pela estatal com o Departamento de Justiça norte-americano. “A manobra da Petrobrás parece ser um esforço para esconder eventuais violações da soberania nacional nos acordos com os Estados Unidos.”, destaca o partido no texto.

 

Fonte: Brasil 247