Produção de carros pode parar no Brasil por falta de insumos, aponta Anfavea

(Foto: REUTERS/Nacho Doce)

A produção de veículos no Brasil corre risco de ser interrompida por falta de insumos na indústria, segundo afirmou, em entrevista, Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Conforme publicou nesta segunda-feira (7) o jornal Folha de S.Paulo, Moraes apontou ainda em novembro que “o risco de paralisação para dezembro é muito alto devido à falta de insumos”.

O executivo da Anfavea ressalta principalmente a falta de aço como problema para a produção e afirma que paralisações pontuais já estão ocorrendo na indústria automobilística brasileira, sendo que há risco de que faltem automóveis no mercado. O estoque de veículos segue muito baixo, o mais baixo desde 2004, segundo o jornal – 119,4 mil veículos nos pátios.

A possível paralisação na produção já era apontada em novembro pela associação. Em comunicado publicado naquele mês, o presidente da organização citou “o risco de paralisação por falta de autopeças e a pressão de custos ligados ao câmbio e insumos”.

Segundo os dados divulgados pela Anfavea nesta segunda-feira (7), a queda acumulada na produção em 2020 chega a 35%. Já em relação às vendas, o ano acumula queda de 28,2%.

Apesar disso, em novembro houve alta de 4,7% na produção de carros de passeios, veículos comerciais leves, ônibus e caminhões. A mesma taxa de crescimento foi observada nas vendas de veículos.

Entre as dificuldades da indústria apontadas pela publicação estão a alta nos preços, justificada pelo presidente da Anfavea, entre outros fatores, pela variação cambial e reajustes de insumos. No caso do aço, a alta nos preços acumula alta de 40% no ano. Os problemas já se refletem em demissões na indústria.

Para 2021, a previsão da indústria é de que o ano seja mais equilibrado, apesar de que as variações nos números da pandemia da COVID-19 têm dificultado as projeções do setor.

 

Fonte: Brasil 247

14 COMENTÁRIOS

  1. Unquestionably believe that which you said. Your favorite reason appeared to be on the web the easiest thing to be aware of. I say to you, I definitely get irked while people consider worries that they just do not know about. You managed to hit the nail upon the top as well as defined out the whole thing without having side-effects , people can take a signal. Will probably be back to get more. Thanks Kalie Brok Gariepy

  2. I would like to thnkx for the efforts you have put in writing this site. I am hoping the same high-grade website post from you in the upcoming also. In fact your creative writing skills has encouraged me to get my own web site now. Really the blogging is spreading its wings fast. Your write up is a great example of it. Abigail Shamus Cole

  3. I was curious if you ever thought of changing the layout of your website? Its very well written; I love what youve got to say. But maybe you could a little more in the way of content so people could connect with it better. Youve got an awful lot of text for only having one or two pictures. Maybe you could space it out better? Moyra Thorin Warden

  4. Oh yes please! If you use gluten free flour, let us know how it comes out, and which one you used, please. I have to be gluten free, so I always check the comments to see if anyone tried it. Edythe Cobb Wilona

  5. Very good point which I had quickly initiate efficient initiatives without wireless web services. Interactively underwhelm turnkey initiatives before high-payoff relationships. Holisticly restore superior interfaces before flexible technology. Completely scale extensible relationships through empowered web-readiness. Hedvige Otho Thora

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui