Serra do Ramalho: Produtores rurais otimizam produção com apoio da Codevasf

A Associação de Pequenos Produtores Rurais de Palmas e Passos, do município de Serra do Ramalho (BA), tem recebido apoio contínuo da Codevasf para o desenvolvimento de atividades nas áreas de agricultura e piscicultura. Aproximadamente R$ 70 mil foram recentemente investidos pela Companhia na aquisição de plantadeiras, forrageiras e kits de irrigação — 150 famílias estão sendo diretamente beneficiadas com o apoio a atividades produtivas.
“Os investimentos foram pensados estrategicamente no intuito de serem complementares, uma vez que os kits de irrigação serão usados para promover o acesso à água para plantio, assim como sistemas de fertirrigação, com ganho na produtividade. As forrageiras vão dinamizar o processo de preparação dos silos e as rações tanto para o gado bovino quanto para outros animais, como galinhas, cabras e peixes”, explica Claudemir Brito, o Neto, presidente da Associação. “A Codevasf já fez inúmeras ações em favor da nossa associação. Temos uma parceria forte com a instituição”, explica.
Outra iniciativa recente de apoio da Codevasf foi o fornecimento de um tanque de resfriamento de leite, de aproximadamente R$ 13 mil. O equipamento fortalece a produção de leite de cerca de 20 famílias. “Já temos um cadastro de 10 produtores que estão entregando o leite para um pequeno laticínio local. Essa ação está aumentando a renda das famílias envolvidas”, diz o presidente da associação.
A associação também atua em piscicultura, atividade apoiada pela Codevasf em diversos municípios do Médio São Francisco baiano, área de atuação de sua 2ª Superintendência Regional — sediada em Bom Jesus da Lapa.  “A Codevasf proporcionou cursos de qualificação para nossos sócios nas áreas de beneficiamento e manejo do pescado, inclusive na produção de artesanato da escama de peixe. A ação beneficiou cerca de 120 pessoas — muitos deles jovens que tiveram seus horizontes abertos para o aumento da produtividade”, afirma Neto.
De acordo com o presidente da associação, as atividades produtivas têm aumentado a renda das famílias e permitido acesso a programas como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “Recebemos cerca de 250 mil alevinos. Considerando hoje o preço do mercado, o milheiro sai a R$ 200,00. Então o investimento chega à casa dos R$ 50 mil”, diz.
Apoio à piscicultura no Médio São Francisco baiano
A Codevasf distribuiu aproximadamente 1,6 milhão de alevinos a municípios da região do Médio São Francisco na Bahia desde 2014. A estimativa é de que mais de duas mil famílias sejam beneficiadas com o apoio ao desenvolvimento da piscicultura. Entre as espécies distribuídas estão a tilápia, o tambaqui e o curimbatá.
Ascom/Codevasf

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui