Rússia exorta EUA a interromper implantação nuclear em outros países

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Riabkov. Foto: Reprodução HISPANTV

A Rússia insta os EUA a pararem de implantar armas nucleares em países que não as possuem, pois isso é uma violação do Tratado de Não Proliferação (TNP).

“A Rússia espera que os EUA parem de implantar armas nucleares no território de seus aliados não nucleares “, disse o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Riabkov, de acordo com a agência de notícias estatal local TASS .

Em declarações proferidas segunda-feira durante evento, realizado por videoconferência, Riabkov alertou que tais implantações nucleares, além de constituírem uma violação dos artigos 1º e 2º do TNP, irão desestabilizar a situação.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia também expressou preocupação de Moscou sobre as disposições do novo documento de política nuclear dos EUA, incluindo a colocação de ogivas nucleares de baixa potência.

“Isso diminui o que se chama de limite [para o uso de armas nucleares]. E, de fato, vemos o retorno do conceito de guerra nuclear limitada “, alertou o oficial russo, posteriormente lamentando que o olhar dos EUA sobre o campo das armas nucleares remontou a cerca de 50 anos atrás, quando o uso de as armas nucleares eram uma opção aceitável.

Diante de tal situação, Riabkov ressaltou que a Rússia leva muito a sério essas ameaças e está fazendo esforços para prevenir situações que possam levar a uma guerra nuclear. Para Moscou, as armas nucleares são exclusivamente de dissuasão e têm como único objetivo proteger a integridade territorial e a soberania do país, destacou.

Por outro lado, insistiu na necessidade de prorrogar o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (START III) com os Estados Unidos, a fim de ganhar tempo para futuras negociações sobre controle de armas.

O tratado START III, que limita a implantação de armas nucleares, foi assinado em 1991 entre os líderes americano e russo, Ronald Reagan e Mikhail Gorbachev, respectivamente. Ele irá expirar em 2021.

O presidente cessante dos EUA, Donald Trump, propôs a retirada de Washington do tratado START III, que descreve como “um mau negócio”, recorrendo ao hábito de acusar outras partes, no caso da Rússia, de violar a aliança; acusações que Moscou nega categoricamente.

 

Fonte: HISPANTV

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui