SALVADOR: Secretário questiona metodologia de pesquisa sobre transporte público

Postado em 14/07/2018 14:33 - Atualizado em: 14/07/2018 14:35
Share Button

O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, estranha a divulgação de uma suposta pesquisa que avalia a qualidade do transporte público sem informar os critérios metodológicos aplicados e realizada por uma empresa de tecnologia sem a mínima expertise e reconhecimento em consultas de opinião pública”. “Pelo que se pode conferir na internet, a Moovit é uma empresa israelense de tecnologia que desenvolveu um aplicativo e está oferecendo a governos e empresas um sistema para análise de dados de transporte público”, diz Mota.

Para ele, a suposta pesquisa divulgada, que aponta o Rio de Janeiro como a cidade de pior transporte público do mundo, São Paulo em terceiro e Salvador em quinto, só atende a uma estratégia de marketing para a popularização da Moovit no Brasil. “Como foi realizada essa pesquisa? Quantos usuários do aplicativo da Moovit existem nessas cidades para legitimar a amostragem?”, questiona o titular da Semob.

Fábio Mota lembra que, nos últimos cinco anos, os usuários do transporte coletivo de Salvador ganharam muitos benefícios. “Implantamos o bilhete único e o Domingo é Meia, renovamos a frota, ampliamos de três para 45 os pontos de recarga do SalvadorCard, com máquinas de autoatendimento em locais estratégicos da cidade, incluindo grandes shoppings, universidades e Prefeituras-Bairro, lançamos um aplicativo que (CittaMobi) que já tem 1,5 milhão de downloads e informa, em tempo real, as melhores rotas e os horários dos veículos, inauguramos o Centro de Controle Operacional e instalamos e reformamos mais de 1.300 abrigos em todos os bairros. E continuamos trabalhando muito para melhorar o sistema”, diz o secretário.

Secom/Salvador

Share Button