Segundo tiroteio nos EUA deixa pelo menos 10 mortos

Este é o segundo ataque a tiros nos EUA em menos de 24 horas: o primeiro ocorreu em um supermercado de El Paso, no Texas, e matou pelo menos 20 pessoas na tarde de sábado. Há uma semana, quatro pessoas morreram, incluindo o atirador de 19 anos, em um ataque em um festival gastronômico ao ar livre em Gilroy, na Califórnia.

Segundo Carper, o atirador abriu fogo na rua e que ainda está investigado a identidade do autor dos disparos e a motivação do ataque. O FBI está auxiliando na investigação. “É um incidente muito trágico e estamos fazendo todo o possível para investigar e tentar identificar a motivação do tiroteio”, explicou o policial.

Em entrevista na manhã deste domingo, a prefeita da cidade de Dayton, Nan Whaley, afirmou que o atirador foi morto “em menos de um minuto”, e que ele usou uma arma calibre .223 com alta capacidade de munição, além de carregar cartuchos adicionais e usar colete à prova de balas.

Carper afirmou que o distrito de Oregon é “uma parte muito segura do centro” de Dayton, muito popular e visitado.

Embora muitas pessoas tenham sido mortas ou feridas, ele disse que o incidente acabou rapidamente, porque os policiais já estavam patrulhando na vizinhança quando os tiros começaram. “Felizmente contávamos com muitos agentes nas imediações quando começou o incidente. Assim, a violência durou pouco tempo”.

A polícia acredita que o suspeito agiu sozinho, mas o tenente-coronel indicou que testemunhas estão sendo interrogadas para determinar se há mais alguém envolvido no ataque.

O Hospital de Miami Valley teria recebido 16 vítimas do ataque a tiros, segundo o departamento de comunicação informou à CNN, mas o contato com outras redes de hospitais indicam que o número de feridos deve ser maior.

A prefeita de Dayton lamentou o incidente. “Estou de coração partido. Agradeço a quem agiu rapidamente”, afirmou Nan Whaley, em post no Twitter.

Em comunicado enviado à imprensa, o governador de Ohio, Mike DeWine, cobrou uma rápida resposta das autoridades sobre a autoria do crime. “Eu parabenizei a polícia de Dayton e os primeiros que agiram com bravura e rápida resposta para salvar vidas e encerrar este ataque”, disse o político.

O papa Francisco lamentou na manhã de hoje os três ataques ocorridos nos EUA no período de uma semana. “Queridos irmãos e irmãs, sou espiritualmente próximo às vítimas de episódios de violência que nestes dias ensanguentaram o Texas, a Califórnia e Ohio”, nos Estados Unidos, contra pessoas desarmadas”, declarou Francisco após a oração do Angelus.

O papa pediu então às centenas de fiéis que lhe escutavam da praça de São Pedro para unir-se à sua oração “por todos os que perderam a vida, os feridos e seus familiares”. Em seguida, permaneceu em silêncio por alguns instantes para orar da janela do Palácio Apostólico, onde reza o Angelus a cada domingo, e depois rezou uma Ave Maria.

Do UOL -*Com agências de notícias – imagem: reprodução Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui