Talibã festeja retirada de forças dos EUA com armas e uniformes norte-americanos

© Foto / Twitter/ Marcus Yam 文火

Veículos da mídia relataram que o Aeroporto Internacional de Cabul passou a ser controlado pelo Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) logo que o Comando Central (CENTCOM, na sigla em inglês) dos EUA anunciou que a retirada de suas forças do Afeganistão foi completada.

Após 20 anos de guerra, militantes do grupo insurgente foram vistos celebrando a saída das forças norte-americanas do país, tendo várias imagens e vídeos da ocasião sido compartilhadas nas redes sociais.

Nas imagens, vários militantes eram vistos festejando com armas fabricadas pelos EUA, e alguns até usando uniformes norte-americanos, depois que o último avião dos EUA decolou do Aeroporto Hamid Karzai.

O chefe do CENTCOM, Kenneth McKenzie, garantiu na segunda-feira (30) que Washington tinha desmilitarizado alguns dos equipamentos militares utilizados no Afeganistão que não conseguiram ser recuperados durante o processo de retirada.

Teme-se que bilhões de dólares em equipamentos militares tenham caído nas mãos do Talibã, incluindo os famosos helicópteros Black Hawk e veículos Humvee, bem como dispositivos biométricos militares que, por sua vez, podem ser usados para rastrear ex-aliados afegãos que trabalharam com as forças estrangeiras.

Este equipamento valioso foi inicialmente fornecido para aumentar as capacidades de combate das forças afegãs, mas durante a caótica evacuação do país acabou por ser, alegadamente, abandonado pelos militares norte-americanos.

Um porta-voz do escritório político do Talibã contou para a Sputnik que agora o Afeganistão está sob controle total do grupo. “Agora, nosso Estado se tornou livre e independente”, disse ele.

Nesta terça-feira (31), é esperado que o presidente dos EUA, Joe Biden, faça um novo discurso relativo à retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão, ao fim de duas décadas de guerra.

Fonte: Sputnik Brasil