Teerã pretende realizar novamente exercícios navais conjuntos com Rússia e China no golfo de Omã

© AP Photo /

Irã pretende voltar a realizar exercícios navais conjuntos com Rússia e China no golfo de Omã, disse neste sábado (22) o ministro de Defesa iraniano, Amir Hatami.

A declaração foi feita por Hatami em Moscou, onde a autoridade está para participar do fórum de tecnologias de defesa EXÉRCITO 2020, que acontecerá entre os dias 23 e 29 de agosto.

Segundo o ministro, nos últimos anos houve progresso na cooperação militar entre Teerã e Moscou, o que foi relativamente afetado devido à pandemia do novo coronavírus.

“Nós estamos interessados, todos os três países estão interessados em realizar esses exercícios novamente”, disse Hatami.

Além disso, o ministro avaliou como positivas as atuais relações entre o Irã e a Rússia. Ele disse ainda que discutirá com autoridades de Moscou temas da agenda internacional, regional e bilateral, com foco na cooperação militar.

Cinturão de Segurança Naval

No final de 2019, entre os dias 27 e 30 de dezembro, Rússia, Irã e China realizaram manobras conjuntas no golfo de Omã, no norte do oceano Índico, batizadas de Cinturão de Segurança Naval.

À época, Teerã afirmou que os exercícios tinham como objetivo demonstrar a autoridade marítima do Irã no norte do oceano Índico e apresentar a sua experiência a outras nações, assim como reforçar as relações internacionais entre as nações participantes.

Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui