Vales-alimentação dos alunos da rede estadual serão aceitos em diversos mercados para desafogar as filas

Até o momento os vales-alimentação para os alunos da rede estadual de ensino, no valor de R$ 55,00 estão sendo adquiridos, de forma emergencial, nas redes de supermercados Assaí Atacadista e Cesta do Povo. Entretanto, diversas filas estão sendo formadas em cidades da Bahia por famílias dos alunos para a aquisição dos alimentos.
“Mas temos uma ótima notícia. Os mercados de qualquer porte e outras lojas de alimentos, a partir da semana que vem, poderão vender seu produtos para os alunos da rede estadual de ensino adquirirem seus alimentos. Esta novidade da Secretaria de Educação, com certeza, vai desafogar as filas no Assaí Atacadista e na Cesta do Povo em um momento onde é tão importante o distanciamento social”, afirmou o deputado Niltinho.
Ele foi informado desta novidade em contato telefônico sobre o tema com o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues. Os estabelecimentos comerciais que trabalham co alimentos devem estar cadastrados no cartão de alimentação Alelo, administrado pelo Banco do Brasil.

“Enviamos mensagens a diversas cidades baianas para os comerciantes se cadastrarem nesta opção. Além de dar esse auxilio fundamental às famílias dos alunos, este medida do governador Rui Costa vai fomentar os comércios locais numa situação extremamente difícil para a economia”, afirmou Niltinho.


Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui