Veículos são bombardeados na fronteira entre Síria e Iraque; EUA estariam por trás do ataque

© REUTERS / Khalil Ashawi

Na noite desta terça-feira (14), relatórios nas mídias sociais indicaram que ataques aéreos estavam sendo conduzidos perto de Al-Bukamal, uma cidade na Síria perto da fronteira com o Iraque.

De acordo com o ELINT News, os ataques aéreos atingiram três veículos pertencentes à 46ª Brigada das Unidades de Mobilização Popular (PMU, na sigla em inglês) do Iraque, que dizem ser dominada pelo Kata’ib Hezbollah.

A notícia acrescentou que é provável que os EUA estejam por trás do ocorrido. Até o momento, não foi relatada nenhuma pessoa ferida.

Um vídeo postado nas redes sociais mostrou dois incêndios intensos durante a noite, supostamente os veículos atingidos.

No sábado (12), dois drones carregados de explosivos tiveram como alvo o Aeroporto Internacional de Erbil, na capital do Curdistão iraquiano, mas não causaram nenhum dano, conforme noticiado.

Não se sabe se os ataques de hoje (14) são uma resposta ao incidente, já que investidas contra o aeroporto ou outras bases iraquianas serviram no passado como justificativa para ataques aéreos dos EUA contra milícias das PMU.

No entanto, no caso do ataque de sábado, ninguém ficou ferido ou morto, como foi o caso em momentos anteriores, em que os EUA responderam com ataques aéreos.

Fonte: Sputnik Brasil