ZédeJesusBarreto: pandemia, mordomia… quando a gravata danifica o homem. Tempos sombrios

 

Tempos sombrios

 

Haja pandemias !

Não bastassem a estupidez humana grassante e o coronga que não cessa, assolam-nos a dengue, a zica, a chicungunha…   alastrando-se nos bairros.

Eu, cá, entocado. Corpo surrado, juntas doídas, suportando.

A mente vadia avoando sem prumo.

*

 Kaos

Nesses tempos de kaos pandêmicos, os poderosos de plantão – engravatados, togados, fardados -, ocos e posudos, mostram-nos quão ridículos são seus fétidos  poderes.

Novos tempos (Séc XXI) clamam por uma nova (des)ordem. Essas velhas opressoras estruturas estão caquéticas, carcomidas, corrompidas.

A dialética da história humana nos dirá o que virá no amanhã.

*

Vivemos num momento e num país tão caótico que o negão exibe suástica, bilionário imperialista financia, banca grupos radicais ditos ‘antifascistas’, puta goza e se apaixona, traficante vicia, gay casa com a mulher do bofe e poste mija no cachorro.

Apreciamos.

*

Vômitos pandêmicos

Não se pode suportar que togados, poderosos em suas arrogâncias, queiram antecipar pra já dinheiro de férias e mordomias relativas ao ano de 2021 (sim, 2021 !), porque, tadinhos, tiveram perdas com a crise geral provocada pela pandemia. Ué, só eles? É a lei do “farinha pouca meu pirão primeiro”, que eles conhecem bem. Podres.

*

Não, não se pode deixar de abominar todos os que estão usando a abusando da crise pandêmica para usufruir, desviar, roubar… enquanto o povo morre.

E de várias maneiras.

– Comprando equipamentos que não existem, ou não prestam pra nada, superfaturando sem ter que dar explicações, contratando empresas fantasmas…

– Alugando espaços privados para plantar hospitais e UTI’s inúteis. Dou exemplos caseiros: Porque um hospital na Fonte Nova, pagando aluguel, e não no estádio de Pituaçu, que pertence ao Estado?  Porque Unidade de Campanha pro Covid no Wet’n Wild da Paralela, pagando aluguel, e não no Centro de Exposições, do Governo, do outro lado da pista ?

– Como se explica a reabertura do Hospital Espanhol, às pressas, sem equipamentos adequados, sem pessoal treinado e ainda com dezenas de leitos/UTIs vazios?

Quanto de dinheiro mal gasto e pra favorecer a quem ?

 

**

Gravatas

“Eles enforcam a gente com suas gravatas cheias de nós e permitimos”

(do poeta Fernando Coelho)

Gravata é símbolo de submissão ao sistema. Tive amigos libertos (poetas, músicos, escritores…) que no dia em que aceitaram por gravata, a troco de poderes, tornaram-se imediatamente uns boçais, afetados e escrotos.

A gravata danifica o Homem.

**

Concluindo :

Só pra não esquecer:

Racismo é nojento. Poeira no ar que nem vemos mas sufoca, asfixia e mata.

Só a luz solar do conhecimento e os ventos da liberdade podem varrer esse

vírus maligno.

Igualdade, fraternidade, humanidade !

 

**

Zedejesusbarreto, jornalista por infortúnio, escrevinhador por fado.

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui