AIE recomenda que Europa se prepare para corte total do gás russo

(Foto: Reuters)

Sputnik Brasil – A União Europeia precisa estar preparada para o fato de a Rússia poder interromper completamente o fornecimento de gás até ao inverno, disse na quarta-feira Fatih Birol, chefe da Agência Internacional de Energia (AIE).

“A Europa deve estar preparada para o caso de o gás russo ser completamente cortado. Quanto mais perto estamos de chegar ao Inverno, mais compreendemos as intenções da Rússia. Acredito que os cortes estão orientados para evitar que a Europa preencha o armazenamento, e aumentar a influência da Rússia nos meses de inverno”, disse Birol ao Financial Times.

As medidas já tomadas pelos países europeus para reduzir a escassez de gás, tais como a reabertura de antigas centrais eléctricas a carvão, foram justificadas pela escalada da crise, apesar dos receios de aumento das emissões de CO2, acrescentou Birol.

No entanto, os governos europeus ainda não estão tomando medidas suficientes, advertiu Birol. Em particular, precisam de considerar o adiamento do encerramento das centrais nucleares, de acordo com o chefe da AIE.

Em 24 de Fevereiro, a Rússia lançou uma operação militar na Ucrânia após as repúblicas separatistas de Donetsk e Luhansk terem solicitado ajuda para as defender dos ataques das tropas ucranianas. Em resposta, os Estados Unidos, a UE e outros aliados ocidentais impuseram sanções abrangentes contra a Rússia, incluindo nos seus setores energético, bancário, e logístico. Alguns países europeus afirmaram recentemente que tinham sofrido uma redução dos fluxos de gás proveniente da Rússia.