Angelo Almeida faz indicação ao governo do Estado para realizar estudo de espécies do Lago Pedra do Cavalo

Foto: Divulgação

O parlamentar também vai promover uma audiência pública sobre o assunto 

O estudo do ciclo de vida das espécies aquáticas do Lago Pedra do Cavalo pode evitar a extinção de espécies aquáticas e favorecer a atividade pesqueira de ribeirinhos. Com esse propósito, o deputado estadual Angelo Almeida (PSB) apresentou indicação ao governador Rui Costa para que a pesquisa seja feita pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado. O parlamentar também vai promover uma audiência pública sobre o tema no dia 14 de outubro, às 9 horas, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Feira de Santana.

Angelo ressalta que há mais de 20 anos os problemas ambientais do Lago Pedra do Cavalo têm provocado a extinção de peixes e crustáceos e prejudicado a pesca das comunidades ribeirinhas no entorno do Lago. “É necessário e urgente a elaboração de estudos do ciclo de vida dos organismos aquáticos, para identificar as espécies que ainda existem num dos maiores Lagos do Brasil”, frisa.

Com o estudo, explica Angelo, será possível verificar as espécies que foram extintas, as que ainda existem, além de identificar a capacidade produtiva do Lago Pedra do Cavalo. “A elaboração do estudo também auxiliará à comunidade a ter acesso ao Seguro Defeso, vez que o mesmo não está sendo pago em decorrência da impossibilidade dos pescadores comprovarem a atividade pesqueira existente no local”, destaca.

O parlamentar ressalta ainda que o Lago Pedra do Cavalo é um potencial hídrico amplamente explorado pelas comunidades ribeirinhas que estão no seu entorno e que precisam desse suporte para continuarem exercendo suas atividades econômicas.