Anvisa recomenda suspensão definitiva dos cruzeiros

Reprodução DW

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou nesta quarta-feira (12/01) ao Ministério da Saúde e à Casa Civil a suspensão definitiva da temporada de navios de cruzeiro no Brasil, devido à alta nos casos de covid-19. Segundo a Anvisa, a ação é necessária para a “proteção da saúde da população”.

Nesta temporada, até o dia 6 de janeiro, foram reportados um total de 1.177 casos positivos de covid-19 entre tripulantes e passageiros. De acordo com a Anvisa, a evolução da identificação de casos positivos demonstra um aumento vertiginoso das infecções nas embarcações nos últimos dias, “indicando uma mudança radical do cenário epidemiológico”.

Segundo dados da agência, houve uma “explosão acentuada” de casos a partir do dia 26 de dezembro, com 1.146 infecções contabilizadas em apenas 12 dias. Para comparação, nos 55 dias iniciais da temporada (de 1º de novembro a 25 de dezembro) haviam sido 31 casos.

Mudança de contexto epidemiológico

Das cinco embarcações em operação no Brasil, três estão classificadas no nível 04, segundo a Anvisa, o que significa cenário de alerta quanto à disseminação do coronavírus e eventual mudança de contexto epidemiológico.

Em 31 de dezembro, a Anvisa havia recomendado a suspensão temporária de navios de cruzeiro, preventivamente, até que houvesse mais dados disponíveis para avaliação do cenário epidemiológico.

Três dias depois, o governo federal decidiu suspender temporariamente a temporada de cruzeiros no país até 21 de janeiro.

Fonte: Deutsche Welle (DW)