Arqueólogos descobrem múmia de até 1.200 anos no Peru

Reprodução DW

Uma equipe de arqueólogos desenterrou no Peru uma múmia com idade estimada entre 800 e 1.200 anos num local próximo à capital, Lima. Os restos mortais foram encontrados amarrados com cordas, com as mãos da pessoa cobrindo seu rosto.

Embora o gênero ainda não tenha sido identificado, especialistas acreditam que os restos mortais sejam de um homem que morreu com entre 18 e 22 anos de idade e que vivia na alta região andina do país.

Os trabalhos de escavação foram liderados por Yomira Silvia Huamán Santillán e Pieter van Dalen Luna, dois arqueólogos da Universidade Nacional de San Marcos.

“A principal característica da múmia é que todo o corpo está amarrado por cordas e com as mãos cobrindo o rosto, o que seria parte do padrão funeral local”, disse Luna. “A datação por radiocarbono apresentará uma cronologia mais precisa.”

Os arqueólogos Yomira Silvia Huamán Santillan e Pieter van Dalen Luna ao lado da múmia descoberta perto de Lima
Os arqueólogos Yomira Silvia Huamán Santillan e Pieter van Dalen Luna lideraram os trabalhos de escavaçãoFoto: Pieter Van Dalen Luna

A múmia foi encontrada numa câmara mortuária de três metros de comprimento, a uma profundidade de cerca de 1,4 metro num local de escavação em Cajamarquilla, a leste de Lima.

Os arqueólogos também encontraram esqueletos de um roedor andino e o que parece ser um cachorro ao lado da múmia. Também foram descobertas oferendas como cerâmica, ferramentas de pedra e restos vegetais.

De acordo com os especialistas, a pessoa morta mumificada pertencia a uma cultura que se desenvolveu entre a costa e as montanhas do Peru. Eles explicaram que Cajamarquilla era um centro urbano construído por volta de 200 a.C. e que pode ter abrigado entre 10 mil e 20 mil habitantes. O local manteve-se ocupado até quase 1500 – pouco antes da chegada dos colonizadores europeus.

O Peru é o lar de vários sítios arqueológicos de várias culturas que se desenvolveram antes e depois do Império Inca, que dominou partes da América do Sul até cerca de 500 anos atrás.

Fonte: Deutsche Welle (DW)