Atirador mata várias pessoas em universidade na Rússia

Um atirador abriu fogo numa universidade na cidade russa de Perm, nesta segunda-feira (20/09), matando ao menos seis pessoas e deixando 24 feridas, disseram autoridades russas de segurança. O Comitê de Investigação da Rússia inicialmente comunicou oito mortes, mas depois alterou o número para seis.

Testemunhas disseram que o atirador caminhava pelo campus quando começou a disparar. Ele foi mais tarde detido pela polícia, acrescentou o Comitê de Investigação da Rússia. Ferido durante enfrentamento com a polícia, ele foi levado para um hospital. A universidade havia inicialmente comunicado que o atirador fora morto pela polícia, o que não se confirmou.

As autoridades de segurança russas disseram que o atirador é um estudante da universidade. A imprensa local o identificou como um estudante de 18 anos e divulgou imagens dele, tiradas das redes sociais, posando com armas de fogo. Ele teria dito às autoridades que agiu sozinho e não foi motivado por convicções políticas ou religiosas.

Aparentemente, o atirador usou uma arma que dispara balas de borracha e que foi modificada para ser usada com munição letal.

Estudantes, professores e funcionários se abrigaram dentro dos prédios universitários. Outros pularam janelas dos prédios diante do temor de que o atirador estivesse se aproximando. A universidade tem cerca de 12 mil estudantes, e em torno de 3 mil estavam no campus no momento do ataque.

Perm fica a cerca de 1.300 quilômetros a leste de Moscou, na parte europeia da Rússia, e tem em torno de 1 milhão de habitantes.

Em maio, um atirador abriu fogo numa escola em Kazan, também na Rússia, matando sete estudantes e dois professores e deixando várias outras pessoas feridas.

Fonte: Deutsche Welle (DW)