Autoridades federais e estaduais participam de ato de acompanhamento das investigações às ameaças contra Eliana Gonzaga

Foto: Camilla Souza

Diversas autoridades em níveis federal e estadual participaram hoje (10) de um ato para acompanhamento das investigações das denúncias de ameaças de morte à prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga (Republicanos). Dentre elas a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Outras autoridades do Governo Federal, Ministério Público Federal (MPF), Congresso Nacional, Governo do Estado da Bahia, Assembleia Legislativa da Bahia, Ministério Público Estadual (MPE) e da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) participaram do evento, que ocorreu na Fundação Hansen Bahia, em Cachoeira.

Eliana Gonzaga vem recebendo ameaças e ataques racistas desde a campanha eleitoral. E dois correligionários da atual prefeita foram executados após a sua eleição. Escolta e outras ações preventivas já foram reforçadas pela Secretaria de Segurança nPública da Bahia (SSP-BA) para garantir a sua segurança.

Damares Alves pontuou que “esta é uma das Mesas mais incríveis que já participei no meu mandato como ministra”. A ministra também afirmou que essa pauta une todos partidos e ideologias. “Esta causa é de todos nós”, pontuou.

Em seu discurso, a prefeita Eliana Gonzaga agradeceu a mobilização das autoridades presentes. “Há um ano eu perdi a minha mãe, logo no início da nossa pré-campanha. E ela me disse para não desistir. Pois afirmou que somos a esperança de Cachoeira. Vamos, apesar das ameaças, continuar na luta pela reconstrução da nossa cidade”, afirmou.

Também integraram a comitiva os deputados federais Mário Negromonte Júnior (PP-BA); Celina Leão (PP-DF); coordenadora da Bancada Feminina; e Rosângela Gomes (Republicanos-RJ). E os estaduais Niltinho (PP) e José de Arimatéia (Republicanos).

Participam ainda do encontro o procurador da República, Ruy Nestor Bastos Mello, titular no procedimento que apura as ameaças de morte e ataques racistas contra a prefeita Eliana; a secretária nacional de Política para as Mulheres, Cristiane Britto; a presidente da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil; a secretária estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira, e Lívia Vaz, procuradora do Ministério Público Estadual (MPE). O ato também foi prestigiado por vereadores de Cachoeira e cidades do entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui